segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Mas não te procuro mais, nem corro atrás. Deixo-te livre para sentir minha falta, se é que faço falta…Caio Fernando Abreu
Mas não te procuro mais, nem corro atrás. Deixo-te livre para sentir minha falta, se é que faço falta…
Curta a sua dor. Chore, se for preciso.Lamente, se foi muito bom.Mas vire a página.Crie uma nova história.Procure viver a felicidade que ainda é apenas um sonho…Dilene Resende
Curta a sua dor. Chore, se for preciso.Lamente, se foi muito bom.Mas vire a página.Crie uma nova história.Procure viver a felicidade que ainda é apenas um sonho…
 Que foi?  Nada. (Paixão, solidão, amor, lição, trabalho, calor, frio, vento, sono, fome, coração partido, promessas, amizades, distâncias, angústia, vontade de chorar, quero um abraço, preciso gritar, minha mente está um bagunça, eu amo você.) Nada mesmo.”Caio Augusto Leite
 Que foi?  Nada. (Paixão, solidão, amor, lição, trabalho, calor, frio, vento, sono, fome, coração partido, promessas, amizades, distâncias, angústia, vontade de chorar, quero um abraço, preciso gritar, minha mente está um bagunça, eu amo você.) Nada mesmo.”
By Shuzy.
Mas, me diz, precisa ser tão pouco? Tão raro?
Precisa ficar sempre esse gosto de fim?
De nunca mais?
Vc sempre dá um jeito de sumir, e eu dou um jeito de tentar ñ esperar nada do visor colorido do meu celular.
E conseguimos? Vc, sim, eu, não.
(...)
Tanto acreditar para – de repente, esbarrar no vazio. Na espera mesma de sempre, onde os olhos transformam-se em lágrimas e o sorriso já ñ reluz. Mesmo assim, eu ainda acredito. Sem medo. Sem disfarce. Sem fugir.
Vc, quando me vê, abraça de leve e solta depressa, tem medo de amarrar tua alma na minha, eu sei. Um pouco triste reconhecer: Talvez vc ainda ñ tenha percebido q olhares tbm criam laços, e, daqueles bem chatos de desatar.
Já me ensinaram tanta coisa, mas ainda ñ me disseram: Quando a saudade bate, o q é q se faz??

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Eu cuido, corro atrás, peço desculpas, me importo, me preocupo, mas quando eu desisto… Meu desapego é para sempre!
Eu cuido, corro atrás, peço desculpas, me importo, me preocupo, mas quando eu desisto… Meu desapego é para sempre!
Talvez eu nunca entenda o real sentido das borboletas no estômago, da boca seca e joelhos frágeis. Ou talvez nunca seja a palavra mais ridícula do dicionário; e eu sei do poder que as palavras exercem sobre mim.A verdade é que sempre me esquivei de qualquer pequena possibilidade. Sempre tive medo de gostar e ser deixada. Porque veja bem, de primeiras impressões o mundo está cheio. E logo meu primeiro coraçãozinho na agenda, ficou partido quando menos se esperava. Eu tive todos os motivos pra acreditar num sentimento que logo se foi; e foi sem me levar.
Cansei de ouvir que eu não me deixo levar, que eu não me abro e não dou espaço. Disso eu sei. Eu só queria ter aprendido no colégio como mudar os defeitos que vêm na fabricação. Minha frieza de visão só me faz ver defeitos e faltas. Eu não sinto. Eu não me abalo. Eu sei o que vai acontecer e não me surpreendo. Eu acho graça do esforço e da boa vontade, mas isso é muito triste pra mim. É como se eu me assistisse de fora o tempo todo, tendo consciência de cada passo, cada sorriso, cada palavra. É como se eu fosse plateia da minha própria solidão. Se ao menos eu pudesse ter a certeza de que isso um dia vai mudar... Sinto falta e medo. Talvez nunca ame, talvez seja nova demais pra dizer isso. Quero o frio na barriga, a emoção de primeiros encontros. Quero escrever mais que palavras de desculpas, textos sobres finais sem final; quero mais que arrumar coragem pra terminar. Quero coragem pra começar.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ainda que eu esteja numa fase bacana e sem nós no peito, resolvi embarcar num momento nostalgia. (…)
Me faz bem lembrar que você nunca, nunca, nunca se alterava. Trouxesse o garçom o pedido errado pela terceira vez ou fizesse um playboy qualquer uma tremenda barbeiragem em cima do seu carro. Você nunca estragava nossas noites. Eram tão raros os nossos momentos, você dizia que eram para ser sempre bons. E de fato sempre eram. Eu tenho saudade de mil coisas e todas essas mil coisas sempre caem na mesma única coisa de que eu tenho tanta saudade: sua leveza. Você me dizia que jamais iria me cobrar leveza, pois me amava intensa. E me pedia que fizesse exatamente o mesmo, ainda que ao contrário, por você. E eu não obedecia nunca, afinal, pessoas intensas não obedecem. E assim nós seguimos, por alguns bons anos entrecortados, sendo tão parecidos ainda que tão atraídos mutuamente pelos nossos opostos. A gente era parecido principalmente porque topava as coisas mais malucas como, por exemplo, brincar que tinha acabado de se conhecer numa festa, ainda que tivesse ido junto para a festa. E por horas ficávamos nessa bobeira e nenhum dos dois ria. Até que alguém pedia, cansado, “já pode voltar ao normal?” Eu tenho saudades de tudo. Da gente acordar sua vizinha de tanto rir de coisas bestas, do seu carro sempre bagunçado, da paciência que você tinha (…), da mania que você tinha de arrumar minhas roupas em cima da cama enquanto eu tomava banho e de quando você apertava os ossinhos das minhas costas no escuro e falava, baixinho: “ai, como essa menina gosta de fazer drama!”.Não é um sentimento egoísta e muito menos possessivo. É apenas uma saudadezinha. Gostosa, tranqüila, bonita, saudável, de longe. E, quem diria: leve.
Esconder é fácil, difícil é deixar de sentir.”
Esconder é fácil, difícil é deixar de sentir.”

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Eu espero. Eu sento e espero. Na escada da varanda de pijama e meias. Eu fico ali observando quem passa, tentando imaginar suas histórias e se aquelas pessoas que na minha frente passam tem alguém que signifique tanto nas suas vidas que justifique a espera. Acho que sim, algumas devem ter. Apenas sorrio, porque as compreendo. E eu continuo sentada com meu café e minhas meias esperando por você.
FB.
 

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Deus sabe o momento certo de tirar e de colocar as pessoas na nossa vida.
Deus sabe o momento certo de tirar e de colocar as pessoas na nossa vida.
Talvez você se sinta assim, a planta certa plantada no local errado.”  Pe. Fábio de Melo
Talvez você se sinta assim, a planta certa plantada no local errado.” 
Mania de fechar os olhos antes de dormir e te desejar boa noite em pensamento, dorme bem, sonha comigo, te quero muito e bem". 
Mania de fechar os olhos antes de dormir e te desejar boa noite em pensamento, dorme bem, sonha comigo, te quero muito e bem". 
"Eu digo q ñ me importo...mas eu me importo pra caralho"
"Sabe qual é meu sonho secreto? Que um dia você perceba que poderia ter aproveitado melhor a minha companhia.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Rapaz, não me faça apaixonar por você!
Tu não sabes o perigo que corre..
 

Ousadia: Quando o coração diz  prá coragem:'' Vá''.
   ... E a coragem vai mesmo.


A carne é fraca, a alma é safada e o diabo ainda atenta

Cansei de morrer na vida das pessoas, resolvi matar também!
É esse gelo por dentro que eu não consigo entender.
[...] E penso e repenso e trepenso em você.
Ela era a menina certa para ele. Todos sabiam. Menos ele.
 
Às vezes acho que nasci na década errada. Tenho princípios que já se perderam, amo coisas que já não se dá mais valor.
 
Mas não se pode agir assim, a amiga avisou no telefone. Uma pessoa não é um doce que você enjoa, empurra o prato, não quero mais.
"Eu vou embora, eu já devia ter ido embora há muito tempo.
Não tenho mais paciência nem cabeça para esse tipo de coisa miúda."
 
"Não se engane com o primeiro sorriso, lembre-se que, o diabo era um anjo."
Tô bem assim, bem indiferente. O coração, um cactus. Não me importo mais.
Eu queria que em um dia qualquer, você chegasse de fininho, me abraçasse apertado e dissesse: Senti sua falta.
 
O que você tem diante dos olhos merece um sorriso? não pense duas vezes.
Na mulher interessante, a beleza é secundária, irrelevante e, mesmo, indesejável. A beleza interessa nos primeiros quinze dias; e morre, em seguida, num insuportável tédio visual. Era preciso que alguém fosse, de mulher em mulher, anunciando: - "Ser bonita não interessa. Seja interessante!" 
 Para atravessar outubro ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se a vida não deu, ou ele partiu – sem o menor pudor, invente um. {...}
Só que aí eu acabei mudando. E foi mudança aos poucos, porque até hoje me dou conta de coisas minhas que já não estão mais lá e, quem roubou, eu jamais vou saber. O sorriso mudou e a vontade de sorrir pra qualquer pessoa também, graças a Deus. Foi por sorrir tanto de graça que eu paguei tão caro por todas as coisas que me aconteceram. Às vezes me pego olhando ao meu redor e vendo tanta menina parecida comigo. Tanto sentimento gritando de bocas caladas e escorrendo de peles secas. Tanta coisa acontece com a gente. Tanta gente passa pela gente, mas tão pouca gente realmente fica. E eu sei que, talvez, eu tivesse que ficar triste. Talvez eu tivesse que continuar secando lágrimas, abraçando o vento e rindo no vácuo, mas o fato é que eu não consigo. Eu não consigo mais ser triste só para mostrar que um dia eu fui - ou achei que tivesse sido - feliz. Aprendi com os meus próprios erros que sofrer não torna mais poético, chorar não deixa mais aliviado e implorar não traz ninguém de volta. Aprendi também que por mais que você queria muito alguém, ninguém vale tanto a pena a ponto de você deixar de se querer. Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas. E em silêncio, que é pra ninguém ter porque se lamentar.
A verdade é que, se me analisarem hoje, eu virei outra pessoa. Sou
quase a mesma de sempre, mas sinto que não sou mais boazinha. Minha
tolerância acabou, minha intuição fareja à distancia uma cabecinha ruim.
Não aceito mais ser amiga de stalkers, de gente mal-resolvida e que me
ferra pelas costas. Não tenho raiva de ninguém, mas minha prioridade
agora é uma só: eu. Podem me chamar de egoísta, eu aceito. Mas chega
uma hora na vida que a gente tem que parar de ser boa com os outros e
ser boa - primeiramente - com a gente

Fiquei amarga? Não mesmo. Agora eu sou prática. 
Vacilou? A porta está aberta, meu bem. Sem dó nem piedade.
Ele me aperta como sempre, até que algum ossinho da minha coluna estale, e me diz, como sempre também: "Que é que você tem que eu sempre largo tudo e venho te ver ?"
Não tenho Inimigos...Apenas Fãs Frustrados !!!
Não tenho Inimigos...

Apenas Fãs Frustrados !!!
Pelo menos alguma coisa eu devo ter feito certo, mesmo. Porque tenho certeza que você vai lembrar de mim, ainda que não queira. — Caio Fernando de Abreu. http://meme.yahoo.com/pequetita/originals/ http://janypequetita.blogspot.com/ http://janypequetita.tumblr.com/
Pelo menos
alguma coisa eu devo ter feito certo, mesmo.
Porque tenho certeza que você vai lembrar de mim,
ainda que não queira.
Se for pra ser pra sempre, pode ter certeza, Deus eternizará.
Se for pra ser pra sempre, pode ter certeza, Deus eternizará.
"Talvez seja mesmo hora de conhecer novas pessoas...."
"Talvez seja mesmo hora de conhecer novas pessoas...."
 
Pense em algo que lhe deixe feliz,enxuga essas lagrimas, e apenas sorria...
Pense em algo que lhe deixe feliz,enxuga essas lagrimas, e apenas sorria...
Todos falam que, quando você cai, você precisa aprender a se levantar, mas nunca me disseram que depois de se levantar, voce precisa andar como se não sentisse nenhuma dor.Gossip Girl
Todos falam que, quando você cai, você precisa aprender a se levantar, mas nunca me disseram que depois de se levantar, voce precisa andar como se não sentisse nenhuma dor.
Você pode ferir com suas palavras. Mas também pode ferir com o silêncio.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Não importa o que as pessoas pensam, se você acredita que vale a pena, lute por isso.
Não importa o que as pessoas pensam, se você acredita que vale a pena, lute por isso.
Eu sempre me apaixono burramente - não consigo escolher com precisão, será que veio com defeito o meu coração? Caio Augusto Leite
Eu sempre me apaixono burramente - não consigo escolher com precisão, será que veio com defeito o meu coração?
Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou…” Caio Fernando Abreu
Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou…”
Cada um sabe a alegria e a dor que trás no coração.  Titãs
Cada um sabe a alegria e a dor que trás no coração
"O pior sentimento é aquele q morre sem ser assumido" Então, só queria te dizer q, querendo ou ñ, vc me faz sentir coisa diferentes...
Ser correspondida ou ñ é o q menos importa agora, eu só precisava te falar, e
Pronto...
Falei...
Simples assim...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Quer fazer Deus rir? Então conte seus planos a Ele..."
Tomara
Que você volte depressa
Que você não se despeça
Nunca mais do meu carinho
E chore, se arrependa
E pense muito
Que é melhor se sofrer junto
Que viver feliz sozinho

Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais...
“Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca na sua vida?”
"...Então eu rezo. Sai de mim. Sai de mim. Sai de mim. Quero uma coisa nova, mas pra me suar as mãos e enfraquecer as canelas, você ainda é o que há de mais inovador. E é isso que me mata aos poucos: juntos, a gente dança disforme à música. Um pra lá, um pra cá, e seu corpo me chama pra dançar. Vou, não nego. Mas na manhã seguinte, quando segue o baile, estou sem par outra vez."
Pega na minha mão, entra no meu carro. Te mostro o quanto dá pra amar no caminho.

"Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele."

"As mulheres não fazem os homens passarem por idiotas, a maior parte deles faz isso por si mesmo."


"Toda mulher sempre desiste pra sempre até tentar de novo."

"Um homem, uma palavra. Uma mulher, um dicionário."
"Um quadro é como um homem. Se você consegue viver sem ele, não há sentido em mantê-lo."
"Então, lá vamos nós, mais uma vez, seja o que for. Mas que pelo menos seja, dessa vez."
Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.
Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.
Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.
"O difícil não é viver com as pessoas, o difícil é compreendê-las".
"O passado não reconhece o seu lugar: esta sempre presente"


Um bom exemplo é o melhor sermão."

Os homens deviam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são."

"Não substime a capacidade de ironia do destino"
"Se uma pessoa te enganar ela merece uma surra, se esta mesma pessoa voltar a te enganar quem merece a surra é você."
"Acredito em Deus, todos os outros devem apresentar dados e fatos"
"Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons."
"Ele não sabia que era impossível. Foi lá e fez."
"As palavras verdadeiras nem sempre são agradáveis, como tbm as agradáveis quase nunca são verdadeiras."

 

"A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original."
"É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
"Vou me enganar mais uma vez, fingindo que te amo às vezes, como se não te amasse sempre."
"(...) Eu nunca vou entender porque a gente continua voltando pra casa querendo ser de alguém, ainda que a gente esteja um ao lado do outro. Eu nunca vou entender porque você é exatamente o que eu quero, eu sou exatamente o que você quer, mas as nossas exatidões não funcionam numa conta de mais...
Mas aí, daqui uns dias.... você vai me ligar. Querendo tomar aquele café de sempre, querendo me esconder como sempre, querendo me amar só enquanto você pode vulgarizar esse amor. Me querendo no escuro. E eu vou topar. Não porque seja uma idiota, não me dê valor ou não tenha nada melhor pra fazer. Apenas porque você me lembra o mistério da vida. Simplesmente porque é assim que a gente faz com a nossa própria existência: não entendemos nada, mas continuamos insistindo."
 
Quando vai dando assim, tipo umas onze da noite, o horário que a gente se procurava só pra saber que dá pra terminar o dia sentindo algum conforto. Quando vai chegando esse horário, eu nem sei. É tão estranho ter algo pra fugir de tudo e, de repente, precisar principalmente fugir desse algo. E daí se vai pra onde?
"Curei meus medos de avião, barata e lugar lotado. Mas continuo com pavor de gente boazinha."

Cadê a tampa da minha panela, o chinelo do meu pé cansado, a metade da minha laranja?

"Tá em ebulição, vazando, transbordando, e nada da tampa da panela pra socorrer a lambança. É culpa da pressão que eu ponho em tudo isso? É o que dizem: desencana que uma hora ele aparece.
O pé cansado já tentou calçar (à força) do chinelão que descola as tiras ao sapatinho de cristal. Nenhum serviu e o coitado tá todo esfolado.
Ninguém pra descascar, chupar ou fazer uma laranjada. Em compensação, laranjas na minha vida não faltam. E chega! Há anos peço o príncipe e só me mandam o cavalo.
Fim de ano sem amar é deprê, hein? Tô megera o suficiente pra ver uma família feliz no shopping e pensar que aquela instituição "image bank" não passa de uma união solitária de aparências. Tô megera o suficiente pra furar a fila do Papai Noel e pedir um pirulito, bem grande, bem grosso, bem exclusivamente apaixonado por mim.
Tô megera o suficiente pra abraçar os veadinhos do trenó em homenagem aos meus ex-casos. Tô megamegera o suficiente pra não admitir minha carência e dar uma risada debochada de todas as luzes, canções e emoções de boas-festas.
Tá, mas no especial do Roberto Carlos não vai dar pra ser megera. O filho da mãe sempre me faz chorar. É impressionante como a gente se sente sozinha na porra do especial do Roberto Carlos.
É claro que eu desejo o meu sucesso profissional, dinheiro, saúde, ..., mas nada de atacar para todos os lados nas simpatias deste réveillon. Não dá certo. Este ano vou focar no amor: calcinha vermelha, fitinhas vermelhas e as sete ondas vão ser puladas com a mão no coração (se eu usar a frente-única branca que comprei, é bom que a mão no coração já segura um peito) e uma só intenção: encontrar o danado.
Ah, sejamos sinceras mulheres modernas: no fundo, no fundo, a gente quer mesmo é alguém pra dormir protegida no peito (de preferência largo, forte e levemente cabeludo).
E nem é medo de ficar pra titia não, além de ter cara de mais nova e ser bem nova, eu sou filha única. É vontade de sentir aquela coisinha misteriosa de "é esse!". Como será sentir isso? Eu sempre sinto que "pode ser esse, ou talvez com algumas mudancinhas possa ser esse ou talvez se ele quisesse, poderia ser esse...". Não, isso tá errado. Quero sentir que "é esse".
Dizem que materializar os sonhos escrevendo ajuda, então lá vai: quero transar com beijo na boca profundo, olhos nos olhos, eu te amo e muita sacanagem, quero cineminha com encosto de ombro cheiroso, casar de branco, ser carregada no colo, filhos, casinha no campo com cerquinha branca, cachorro e caseiro bacana. Quero ouvir Chet Baker numa noite chuvosa e ter de um lado um livrinho na cabeceira da cama e do outro o homem que amo.
Quero sambão com churrasco e as famílias reunidas. Quero ter certeza, ali no fundo da alma dele, de que ele me ama. Quero que ele saia correndo quando meu peito amargurado precisar de riso. Que ele esqueça, de vez em quando, seu lado egoísta, e lembre do meu. Que a gente brigue de ciúmes, porque ciúmes faz parte da paixão, e que faça as pazes rapidamente, porque paz faz parte do amor.
Quero ser lembrada em horários malucos, todos os horários, pra sempre. Quero ser criança, mulher, homem, et, megera, maluca e, ainda assim, olhada com total reconhecimento de território. Quero sexo na escada e alguns hematomas e depois descanso numa cama nossa e pura. Quero foto brega
na sala, com duas crianças enfeitando nossa moldura. Quero o sobrenome dele, o suor dele, a alma dele, o dinheiro dele (brincadeira...). Que ele me ame como a minha mãe, que seja mais forte que o meu pai, que seja a família que escolhi pra sempre
. Quero que ele passe a mão na minha cabeça quando eu for sincera em minhas desculpas e que ele me ignore quando eu tentar enrolá-lo em minhas maldades. Quero que ele me torne uma pessoa melhor, que faça sexo como ninguém, que invente novas posições, que me faça comer peixe apimentado sem medo, respeite meus enjôos de sensibilidade, minhas esquisitices depressivas e morra de rir com meu senso de humor arrogante. Que seja lindo de uma beleza que me encha de tesão e que tenha um beijo que não desgaste com a rotina. Que a sua remela seja sequinha e não gosmenta e que o tempo leve um pouco de seu cabelo (adoro carecas...). Que suas escatologias não passem de piada e se materializem bem longe de mim. Tem que gostar de crianças, de cachorrinhos, da minha mãe, e tem que odiar ver pessoas
procurando comida no lixo. Tem que dançar charmoso, ser irônico, ser calmo porém macho (ou seja, não explodir por nada mas também não calar por tudo).
Tem que ser meio artista, mas também ter que saber cuidar dos meus problemas burocráticos. Tem que amar tudo o que eu escrevo e me olhar com aquela cara
de "essa mulher é única".

É mais ou menos isso. Achou muito? Claro que não precisa ser exatamente assim, tintim por tintim. Exigir demais pode fazer eu acabar sozinha em mais shows do Roberto Carlos. Deus me livre! Bom, analisando aqui, dá pra tirar umas coisinhas. Deixa eu ver... Resumindo então: tem que dizer que me ama e me amar mesmo, tem que rolar umas sacanagens e não pode ter remela
gosmenta. Pronto!
E quando eu tiver tudo isso e uma menina boba e invejosa me olhar e pensar que "aquela instituição feliz não passa de uma união solitária de aparências" vou ter pena desse coração solitário que ainda não encontrou o verdadeiro amor."

"Talvez nunca mais se cruzem. Talvez ela mude de emprego, alugue um apartamento novo de frente para um pracinha com uma única árvore, comece a acordar às cinco da manhã, passe o café enquanto procura um par de meias, venda o carro, comece a pegar duas lotações para chegar no novo emprego, ache até bonito o uniforme, quem sabe canse no fim do dia, chegue atrasada no ponto de ônibus, não tenha o dinheiro para o táxi. Ele deve ter escolhido ficar em São Paulo, ou no Rio de Janeiro ou em Brasília, não importa aonde ele tenha ficado, talvez ele queira ganhar muito dinheiro, comprar um flat de frente para o mar, viajar para Dubai no próximo feriado, comprar um carro novo, pedir para alguém fazer seu café, ter uma sala só para ele no andar mais alto do prédio, sapatos de couro, meias bem alinhadas, talvez ele preferisse ternos mais claros, um cartão com limite mais alto. Eles não souberam quando começaram ou terminaram, se por algum momento a mágica do “nós” chegou a acontecer, se podia ser amor ter vontade de dividir uma pizza. Talvez ela quisesse somente uma companhia, alguém para chamar de “amor”, um par de meias novas no Natal e passear na pracinha que tem apenas uma árvore. Ele quis um apartamento maior, a estabilidade que pode ser superficialmente alcançada, um salário mais proveitoso. Nunca disseram adeus, nem até mais, nem qualquer outra coisa que desse possibilidade de um fim ou de um próximo encontro; terminavam as conversas com beijos, quando mais frios com abraços. Talvez ele a ame. Talvez ela quisesse saber disso. Por causa da mudez das emoções que sentiam, eles não sabiam que destino davam a si. O bonito deles é a coisa mais simples em suas histórias: de alguma forma silenciosa e cheia de esperança, eles esperavam um pelo outro, embora nenhum pedido tenha sido feito.'
By TF.
Você não está lendo um texto. Você está dormindo numa rede, atravessando um farol, comprando um porta-clipes, fazendo arroz integral, prendendo os cabelos, assistindo doctor House, vendo sua cachorra espreguiçar. Sei lá, qualquer coisa. Mas você não está lendo esse texto.
Eu também não estou escrevendo pela trigésima vez sobre gostar de alguém. E tentando entender todos os 567 contras e 876 a favor. E tentando metaforizar um cheiro, um olhar, uma frase. E tentando descrever minha dor só para dar a ela algum patamar mais interessante do que a simplicidade de uma simples dor.
E tentando supervalorizar minha alegria, só para dar a ela um gosto de vitória como se jamais fosse cotidiano ser feliz. Eu não estou de frente para uma folha em branco. Tentando tornar meus personagens mais interessante e meus sentimentos mais nobres. Eu estou de frente para eles, vendo que meu personagem pode ser sem graça e meu sentimento pode estar morrendo.
Este é um não texto porque cansei da minha covardia em me contar um mundo que eu invento para viver melhor. Cansei de me contar um personagem só para que suspirar não seja um simples movimento involuntário. Cansei de me contar uma história linda, só para que os dias não corram sem magia e sem a certeza de um grande final de filme.
Imagina só que vida chata se eu, ao invés de escrever um texto de amor, cheio de esperança, profundidade, dor, maluquice, tesão, estivesse escrevendo um texto assim: e ninguém é interessante e eu, pra ser sincera, não gosto de ninguém.
Triste, muito triste. Chato. E pior do que tudo isso: anti-literário. Como é que um escritor vai se sustentar com um coração vazio?
Mas chega. Hoje decidi que estou prestes a assumir meu coração vazio. Não decidi isso movida por uma grande coragem ou por um momento de iluminação. Nada grandioso aconteceu. Apenas sinto que dei um pequeno, quase imperceptível, passo para uma vida mais madura. Eu simplesmente não suporto mais pintar o céu de cor-de-rosa para achar que vale a pena sair da cama.
Não posso mais emprestar mistério ao vazio, vida ao oco, esperança ao defunto, saliva ao seco. Não posso mais emprestar meus desejos para que pessoas se tornem desejáveis. E, finalmente, não posso mais inventar amor só para poder falar dele.
Recebo e-mails de muita gente que me fala “que coragem escrever assim sobre o amor”, “que coragem ir tão fundo na sua dor”, “que coragem sentir tantas coisas a flor da pele”. Mas pelo menos hoje quero me desafiar a fazer algo muito mais difícil. Quero não sentir nada. Quero descansar meu coração de saco cheio das minhas invenções e precisando se preparar para viver algo de verdade.
Como será que é acordar e não esperar nada com o toque do celular, da campainha, do messenger, do e-mail, do ar, do chão? Como será que é sentir e gostar da vida pela sua calmaria e banalidade? Como será que é viver a banalidade sem achar que isso é banal?
Este é um não texto. Pra falar de um não amor. Pra falar de um não homem. Pra falar de uma não fantasia, invenção, personagem. Esse é um texto a favor da vida, pra falar da vida. A vida com seus defeitos, cinzas, brancos, estagnações, paradas, frios, silêncios, amenidades. A vida que pode não acelerar o peito e deixar tudo com estrelinhas de purpurina. Mas que é incrível por ser real.
A vida que não se escreve mas se vive, mesmo que isso, muitas vezes, seja ainda mais difícil que qualquer regra gramatical ou construção literária.
Que Setembro leve com ele toda essa dor e esse amor q sempre foi seu, mas já ñ é mais, pelo menos ñ completamente!
Estou sentada aqui, tentando me convencer, q vc ñ é a pessoa certa p/ mim, mas quanto mais eu penso, menos eu acredito e mais eu quero vc aqui comigo. Vc sabe q os feriados se aproximam e eu ñ quero passa-los sozinha lembranças da época do natal com vc vão simplesmente me matar se eu estiver sozinha. Bom, eu ñ pretendia q fosse tão longe como foi e eu ñ pretendia me aproximar tanto e dividir o q nós dividimos e eu ñ pretendia me apaixonar, mas me apaixonei e vc ñ pretendia corresponder.
Espero que o tempo passe Espero que a semana acabe Pra que eu possa te ver de novo ... Nando Reis
Espero que o tempo passe Espero que a semana acabe...
Às vezes fico com saudade, de momentos que eu ainda não vivi...
Às vezes fico com saudade, de momentos que eu ainda não vivi...

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

'Se a gente se encontrar por acaso, vai ser mais legal. Não se pode desmarcar o acaso em cima da hora.’  -Beeshop 
'Se a gente se encontrar por acaso, vai ser mais legal. Não se pode desmarcar o acaso em cima da hora.’
Eu amadureci com a minha dor, mas isso não quer dizer que ela não esteja mais aqui.
Eu amadureci com a minha dor, mas isso não quer dizer que ela não esteja mais aqui.
"Passou. Pronto. Virei o disco, troquei de músicas, me renovei comigo mesma.
Me enxergo mais pronta, ‘me descobri’ mais inteira, mais leve para sentir, mais provada de aromas, mais… Minha. Hoje sou muito mais Eu-para-mim, do que Eu-para-nós."
Me chama de coca-cola que eu te mostro o lado bom da vida. ;*     Ingrid Mattos
Me chama de coca-cola que eu te mostro o lado bom da vida.
Uma mulher sem homem é como um peixe sem bicicleta.
Uma mulher sem homem é como um peixe sem bicicleta.
"Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes !! "  ◘◘◘◘◘◘ Meu Super Meme:http://me.me/maggiecullen
"Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira,
talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades
que temos de ser e de fazer os outros felizes !! "
A ironia é uma forma elegante de ser mau. Berilo Neves
A ironia é uma forma elegante de ser mau.
Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela.  Paulo Coelho 
Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela. 
Eu não sei por que a amo. Cada vez mais não sei.    (Fabricio Carpinejar)
Eu não sei por que a amo. Cada vez mais não sei.
Você pode chorar por ele ter ido embora, ou pode comemorar por ser a mulher maravilhosa que ele perdeu. A escolha é sua." ~ Tati Bernardi ~
Você pode chorar por ele ter ido embora, ou pode comemorar por ser a mulher maravilhosa que ele perdeu. A escolha é sua."
Eu tenho vontade de jogar meu celular numa parede qualquer... E me libertar da vontade de ouvir sua voz.” ~ Tati Bernardi ~
Eu tenho vontade de jogar meu celular numa parede qualquer... E me libertar da vontade de ouvir sua voz.”
(...) Porque é tão mais fácil aturar a vida sabendo que tem você." ~ Caio Fernando Abreu ~
(...) Porque é tão mais fácil aturar a vida sabendo que tem você."